Descredenciamento de hospitais terá que ser informado a beneficiários de Planos de Saúde

Operadores deverão informar,com atecedência, o desligamento de médicos ou do hospitais

A Assembléia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) derrubou, nesta semana, o veto total do Executivo ao Projeto de Lei 1.563-A/12, dos deputados André Ceciliano e Zaqueu Teixeira, ambos do PT. O texto obriga as operadoras de planos de saúde a avisar previamente e individualmente aos consumidores sobre o descredenciamento de hospitais e médicos.



O comunicado, através de carta registrada, deverá ser enviado no mínimo 24 horas antes do desligamento do médico ou instituição do plano. Também deverão estar no comunicado endereços de médicos e hospitais da mesma especialidade mais próximos aos descredenciados. A lei decorrente da derrubada do veto será publicada nos próximos dias.


"O Superior Tribunal de Justiça já se manifestou sobre a obrigatoriedade dos planos de saúde de prestarem informações sobre descredenciamento. Muitas pessoas só sabem do descredenciamento quando chegam ao hospital. Isso não pode acontecer", esclarece o deputado Zaqueu Teixeira.




Com informações de Monitor Mercantil
 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.